08.03.2018 - 08:28

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Ricardo Coutinho abandona o IPC e agora o governo tenta anular interdição do órgão, em João Pessoa

Segundo o secretário, os corpos serão encaminhados para o IPC de Campina Grande e Guarabira, além disso, a interdição compromete a legalidade de prisões em flagrante.



O secretário executivo de Estado da Segurança, Jean Francisco afirmou, nesta quarta-feira (07) que tentará uma decisão em conjunto com o Ministério Público do Trabalho para garantir funcionamento do Instituto de Polícia Científica de João Pessoa. O prédio foi interditado ontem após fiscalização flagrar uma série de irregularidades no local.

Segundo o secretário, os corpos serão encaminhados para o IPC de Campina Grande e Guarabira, além disso, a interdição compromete a legalidade de prisões em flagrante, levando em consideração que os suspeitos são submetidos a exame de corpo delito, feitos no IPC. “Importante dizer que não estamos nos eximindo da responsabilidade”, disse o secretário.

Durante solenidade no Palácio da Redenção, o governador Ricardo Coutinho afirmou que, mesmo em situação de caos, o cenário do IPC da Paraíba ainda é melhor do que em outros estados. Segundo ele, o Estado irá à Justiça para garantir funcionamento do órgão.


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

COMPORTA DO AÇUDE DE BOQUEIRÃO É ABERTA

COMPORTA DO AÇUDE DE BOQUEIRÃO É ABERTA


DESCASO NO HOSPITAL EDSON RAMALHO, EM JOÃO PESSOA

DESCASO NO HOSPITAL EDSON RAMALHO, EM JOÃO PESSOA


ver todos os vídeos