19.05.2017 - 08:22

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Pedro Cunha Lima defende renúncia de Temer e diz que o Brasil está sendo despedaçado por ele

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) disse que é preciso achar uma alternativa para conciliar o país e propõe o nome da ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, como alternativa até que uma nova eleição seja convocada.



Mais um tucano paraibano defende a renúncia do presidente da República, Michel Temer (PMDB), após delações do grupo JBS. O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) disse que é preciso achar uma alternativa para conciliar o país e propõe o nome da ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, como alternativa até que uma nova eleição seja convocada.

“O momento agora é de achar um consenso. Temos que ter um nome consensual. Tem sido colocado o nome da ministra Carmem Lúcia, que pode ser uma alternativa para que a gente consiga dar um norte para esse grave problema”, disse o tucano, que prega, ainda, o fim do que chamou de ‘rinha política’: “É o Brasil que está sendo despedaçado e não dá para a gente ficar em rinha política eternamente”.

O paraibano ressaltou que há um apelo forte pela renúncia de Temer e que STF deve liberar o conteúdo das delações: “Não há como ter a continuidade de um governo dessa forma. É uma possibilidade (a renúncia) e não tem como descartar. O STF tem uma obrigação cívica de nação de colocar para o país o que de fato tem nessa gravação, esse é um passo que a gente não pode evitar”, disse.


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

ARIANO SUASSUNA POR ELE MESMO

ARIANO SUASSUNA POR ELE MESMO


OS ZÉ DA PARAÍBA

OS ZÉ DA PARAÍBA


ver todos os vídeos