19.05.2017 - 08:22

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Pedro Cunha Lima defende renúncia de Temer e diz que o Brasil está sendo despedaçado por ele

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) disse que é preciso achar uma alternativa para conciliar o país e propõe o nome da ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, como alternativa até que uma nova eleição seja convocada.



Mais um tucano paraibano defende a renúncia do presidente da República, Michel Temer (PMDB), após delações do grupo JBS. O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) disse que é preciso achar uma alternativa para conciliar o país e propõe o nome da ministra do Supremo Tribunal Federal, Carmen Lúcia, como alternativa até que uma nova eleição seja convocada.

“O momento agora é de achar um consenso. Temos que ter um nome consensual. Tem sido colocado o nome da ministra Carmem Lúcia, que pode ser uma alternativa para que a gente consiga dar um norte para esse grave problema”, disse o tucano, que prega, ainda, o fim do que chamou de ‘rinha política’: “É o Brasil que está sendo despedaçado e não dá para a gente ficar em rinha política eternamente”.

O paraibano ressaltou que há um apelo forte pela renúncia de Temer e que STF deve liberar o conteúdo das delações: “Não há como ter a continuidade de um governo dessa forma. É uma possibilidade (a renúncia) e não tem como descartar. O STF tem uma obrigação cívica de nação de colocar para o país o que de fato tem nessa gravação, esse é um passo que a gente não pode evitar”, disse.


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

ARIANO SUASSUNA CONTA PORQUE NÃO USA GRAVATA...

ARIANO SUASSUNA CONTA PORQUE NÃO USA GRAVATA...


ARIANO SUASSUNA: A AULA SOBRE A POESIA DO BRASIL.

ARIANO SUASSUNA: A AULA SOBRE A POESIA DO BRASIL.


ver todos os vídeos