16.07.2017 - 08:26

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Defesa de Lula apresenta primeiro recurso e pede Sérgio Moro esclarecimentos sobre decisão

Segundo nota divulgada em um site da defesa de Lula, o recurso dirigido a Moro foi protocolado com objetivo de "esclarecer omissões e contradições presentes na sentença".



 Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentaram, na noite de sexta-feira (14), o primeiro recurso contra a sentença do juiz federal Sérgio Moro. Segundo nota divulgada em um site da defesa de Lula, o recurso dirigido a Moro foi protocolado com objetivo de "esclarecer omissões e contradições presentes na sentença".

Os chamados embargos de declaração são um instrumento jurídico usado para pedir esclarecimentos sobre uma decisão. Esse tipo de recurso é "algo costumeiro", mas pode alongar um pouco mais a decisão do caso em segunda instância, afirmou ao UOL o advogado Tony Chalita, especialista em Direito Constitucional e Eleitoral e sócio do Braga Nascimento e Zilio Advogados.

Na terça-feira, Lula foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, na ação que tramitava na JFPR (Justiça Federal do Paraná) em que era acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões em propina por conta de três contratos entre a OAS e a Petrobras. ‘Ausência de imparcialidade‘

No documento, a defesa do ex-presidente fala em "contradições, omissões e obscuridades" presentes na sentença, afirma que Lula "não reconhece a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba" para condução do caso e questiona a imparcialidade da decisão.

Segundo o documento, "a ausência de imparcialidade (...) ficou ainda mais evidente pelo teor da sentença proferida no dia 12.07.2017 -- com as indevidas considerações feitas em relação ao ex-presidente Lula e à sua defesa".


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

ARIANO SUASSUNA POR ELE MESMO

ARIANO SUASSUNA POR ELE MESMO


OS ZÉ DA PARAÍBA

OS ZÉ DA PARAÍBA


ver todos os vídeos