12.04.2017 - 09:03

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Chove em pelo menos 68 cidades da PB e reforça correnteza no Rio Taperoá rumo a Boqueirão

Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA), o volume da chuva que atingiu o município e outras áreas da região, considerável em um curto espaço de tempo, elevou o aporte de água no leito do rio Paraíba. No município de Caraúbas, estima-se que as precipitações atingiram a marca de 44 milímetros (mm).



Nos últimos dias tem chovido forte no Cariri paraibano. Os açudes da região estão praticamente cheio, e a força da água aumentou a correnteza nos rios Taperoá e Paraíba que desaguam no açude Epitácio Pessoa em Boqueirão.

Segundo a Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA), o volume da chuva que atingiu o município e outras áreas da região, considerável em um curto espaço de tempo, elevou o aporte de água no leito do rio Paraíba. No município de Caraúbas, estima-se que as precipitações atingiram a marca de 44 milímetros (mm).

Essa água agora segue, junto com as da transposição do rio São Francisco, em direção ao açude Epitácio Pessoa (Boqueirão). Com o aumento do volume no leito do rio, o percurso das águas até o reservatório deve ocorrer de forma mais ágil, havendo ainda a expectativa de aumento da vazão que chegará ao açude, atualmente com apenas 3% de sua capacidade total.

Segundo os dados da AESA choveu nas últimas 72h em menos 68 cidades da Paraíba. O município de Cajazeiras, que tem dois postos pluviométricos, registrou o maior índice de chuvas, sendo 42 mm no Açude Lagoa do Arroz e 8,1 mm no Açude Engenheiro Ávidos.

Outras cidades sertanejas também registraram bons índices de chuva, como Bom Jesus (49,5 mm), Mato Grosso (46 mm), Pombal (36,5 mm) e Pirpirituba (34 mm). No Litoral, o destaque foi o município de Mamanguape com 39,2 mm. Em João Pessoa, a Aesa registrou 21,3 mm, enquanto que em Campina Grande, que também possui dois postos pluviométricos, foram registrados 27,9 mm, sendo 21,4 mm no posto da Embrapa e 6,5 mm no Distrito de São José da Mata. Na capital a chuva provocou alagamentos em alguns pontos.
 


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

ARIANO SUASSUNA CONTA PORQUE NÃO USA GRAVATA...

ARIANO SUASSUNA CONTA PORQUE NÃO USA GRAVATA...


ARIANO SUASSUNA: A AULA SOBRE A POESIA DO BRASIL.

ARIANO SUASSUNA: A AULA SOBRE A POESIA DO BRASIL.


ver todos os vídeos