10.02.2018 - 04:47

Aumentar fonte Aumentar fonte Diminuir fonte Diminuir fonte


Cagepa diz que vazamento de soda cáustica não afetou a água distribuída na Grande João Pessoa

Apesar disso, avisa que técnicos da Gerência de Controle de Qualidade da empresa estão monitorando o manancial e realizando testes para analisar a qualidade da água.



A Diretoria de Operação e Manutenção da Cagepa garantiu na tarde desta sexta-feira (9) que a quantidade de soda cáustica despejada no Rio Gramame não foi suficiente para causar danos ao meio ambiente.

A dietoria destaca que a água distribuída pela Cagepa a partir da Estação de Tratamento de Gramame, não foi afetada com o vazamento do equipamento, descartando assim, qualquer possibilidade de contaminação.
 
Apesar disso, avisa que técnicos da Gerência de Controle de Qualidade da empresa estão monitorando o manancial e realizando testes para analisar a qualidade da água.
 
Em nota, a Diretoria de Operação e Manutenção da Cagepa informa que, por volta do meio-dia desta sexta-feira (9), um tanque cilíndrico que armazenava soda cáustica utilizada no tratamento da água produzida na Estação de Tratamento de Gramame apresentou um vazamento, o que acabou carreando parte do produto químico às margens do Rio Gramame.
 
Tão logo tomou conhecimento do fato, a Cagepa encaminhou técnicos ao local, que em pouco tempo, conseguiram conter o vazamento.
 
A Cagepa ressalta que já adotou todos procedimentos administrativos necessários para responsabilizar a empresa responsável pelo fornecimento do tanque cilíndrico, visto que o equipamento foi adquirido há pouco menos de cinco anos.
 


Comentários

Colunistas

ver todos os colunistas

Vídeos

É FREVO E ALEGRIA

É FREVO E ALEGRIA


Recife, Cidade Lendária - Chico Buarque

Recife, Cidade Lendária - Chico Buarque


ver todos os vídeos